Doença do Refluxo Gastroesofágico

Doença-do-Refluxo-Gastroesofágico-tratam

A Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE) ocorre quando o conteúdo ácido do estômago reflui para o esôfago, causando azia e outros sintomas.

Os sintomas de refluxo leve ou moderado podem ser aliviados com mudanças na dieta e no estilo de vida. Medicamentos usados ​​para tratar a DRGE incluem:

  • Antiácidos

  • Bloqueadores H2

  • Inibidores da bomba de prótons (IBP)

Infelizmente, algumas pessoas não têm alívio completo dos sintomas com as mudanças de estilo de vida ou medicamentos o que leva a cirurgia a ser uma opção para elas. O procedimento cirúrgico se constitui em reparar a válvula na parte inferior do esôfago que normalmente impede o movimento do ácido do estômago para o esôfago. Essa válvula é chamada de Esfíncter Esofágico Inferior (EEI). Um EEI fraco ou danificado é o que causa a DRGE.

A DRGE não tratada pode evoluir para uma condição chamada de esôfago de Barrett, aumentando o risco de câncer de esôfago.

 

Doença de refluxo e hérnia de hiato

 

A Hérnia de Hiato é uma condição que pode estar relacionada à DRGE. Uma hérnia ocorre quando algum órgão do corpo entra em uma área onde ele não pertence.

O hiato é uma abertura no diafragma - músculo que separa a cavidade torácica do abdome. Normalmente, o esôfago passa pelo hiato e se liga ao estômago. Em uma hérnia de hiato, o estômago se projeta para dentro do tórax através dessa abertura.

Existem dois tipos principais de hérnia hiatal: hérnia por deslizamento e hérnia paraesofágica (próxima ao esôfago).

Em uma hérnia de hiato por deslizamento, o estômago e a porção do esôfago que se junta ao estômago deslizam para dentro do tórax através do hiato. Este é o tipo mais comum de hérnia.

Já a hérnia paraesofágica é menos comum, mas é mais preocupante. O esôfago e o estômago permanecem em seus locais normais, mas uma parte do estômago se comprime através do hiato, passando para o tórax ao lado do esôfago. Embora você possa ter esse tipo de hérnia sem nenhum sintoma, o perigo é que o estômago possa ficar "estrangulado" ou ter seu suprimento de sangue interrompido.

Muitas pessoas com hérnia de hiato não apresentam sintomas, mas outras podem ter azia relacionada à doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). Embora pareça haver uma relação, uma condição não parece causar a outra, porque muitas pessoas têm uma hérnia de hiato sem DRGE, e outras têm DRGE sem ter uma hérnia de hiato.

Pessoas com azia podem sentir dor no peito que pode ser facilmente confundida com a dor de um ataque cardíaco. É por isso que é tão importante passar por testes e ser diagnosticado corretamente.

O que causa uma hérnia hiatal?

Na maioria das vezes, a causa não é conhecida. Uma pessoa pode, por exemplo, nascer com uma abertura hiatal maior. O aumento da pressão no abdome, como gravidez, obesidade, tosse ou esforço durante os movimentos intestinais, também podem ter um papel importante.

Quem tem maior risco de possuir hérnia hiatal?

As hérnias hiatais ocorrem com mais frequência em mulheres, pessoas com excesso de peso e pessoas com mais de 50 anos.

Como é diagnosticada uma hérnia de hiato?

Uma hérnia hiatal pode ser diagnosticada com a endoscopia.

 

Quando considerar a cirurgia?

A cirurgia pode ser recomendada se você tiver complicações graves da DRGE. Por exemplo, o ácido do estômago pode causar inflamação do esôfago (Esofagite), o que pode levar a sangramento ou úlceras. Cicatrizes de danos nos tecidos podem contrair o esôfago e dificultar a deglutição.

A cirurgia para DRGE é uma opção de tratamento, deve ser considerada após a reavaliação dos sintomas depois do tratamento inicial com mudanças na sua dieta e estilo de vida e juntamente com as medicações.

Existem várias opções cirúrgicas que podem ajudar no alívio dos sintomas da DRGE e gerenciar as complicações. Fale com seu médico para obter orientação sobre a melhor abordagem para gerenciar sua condição.

dr james fukuda logo.png