Câncer de Estômago

cancer-estomago-dr-james-fukuda.png

O estômago é uma bolsa muscular que faz parte do sistema digestivo (trato gastrointestinal). A parte superior do estômago é unida ao esôfago e sua parte inferior é unida ao começo do intestino delgado (duodeno).

Uma vez que o alimento tenha sido ingerido, ele passa pelo esôfago até o estômago, onde é misturado com sucos gástricos. O alimento semi-sólido passa então para o intestino delgado, onde é decomposto e os nutrientes são absorvidos.

A parede do estômago possui quatro camadas:

  • Mucosa: este é o nome para o revestimento interno do estômago.

  • Submucosa: uma camada abaixo da mucosa.

  • Muscular: uma camada de músculo abaixo da submucosa.

  • Serosa: esta é uma membrana forte que forma a camada externa do estômago.

O tipo mais comum é o adenocarcinoma do estômago, começa nas células glandulares da mucosa do estômago. Outros tipos mais raros de câncer de estômago incluem:

  • Sarcomas de partes moles: os mais comuns são os leiomiossarcomas e os tumores estromais gastrointestinais (GISTs).

  • Linfomas: por exemplo, linfomas do tecido linfóide associado à mucosa (MALT).

  • Tumor carcinoide: Relacionando-se com cânceres que começam nas glândulas ao redor do estômago.

 

Causas:

Acredita-se que a maioria dos cânceres de estômago se desenvolva como resultado de vários fatores de risco específicos:

  • Gênero: o câncer de estômago é mais comum em homens.

  • Idade: 9 em cada 10 pessoas que desenvolvem esse tipo de câncer têm mais de 55 anos.

  • Infecção por Helicobacter pylori (H pylori): ter infecção por H. pylori no estômago por um período prolongado de tempo pode aumentar o risco de desenvolver câncer de estômago.

  • Dieta: comer alimentos com alto teor de sal, itens em conserva e carnes processadas, como salsichas e bacon.

  • Tabagismo.

  • Condições médicas: por exemplo, refluxo ácido a longo prazo e esôfago de Barrett (células anormais se desenvolvem no revestimento interno da parte inferior do esôfago) podem aumentar o risco.

  • Histórico familiar: ter um pai ou um irmão (irmão ou irmã) com câncer de estômago pode aumentar o risco.

Sintomas:

Os sintomas do câncer de estômago podem incluir qualquer um dos seguintes:

  • Indigestão ou azia que não desaparece.

  • Arrotos excessivos.

  • Perda de apetite e peso.

  • Dificuldade em engolir.

  • Sentir inchaço depois de comer.

  • Sentir náuseas ou vômitos.

  • Sangue nas fezes ou fezes negras.

  • Cansaço devido a anemia.

Diagnóstico:

  • Raios-X.

  • Endoscopia/ ultrassonografia endoscópica. O endoscópio usado para tirar fotografias da mucosa gástrica e para pegar uma pequena amostra de células (biópsia).

  • Teste de sangue.

dr james fukuda logo.png